16/2/2017 - 11h41

Movimento SOS BA 262 emite nota sobre o andamento dos trâmites para reforma da BA 262

Na última terça-feira, integrantes do Movimento SOS BA 262 estiveram na Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (SEINFRA) em…

Da Liberdade FM
Compartilhar

NOTA DE ESCLARECIMENTO SOS BA 262

Na última terça-feira, integrantes do Movimento SOS BA 262 estiveram na Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (SEINFRA) em Salvador, para solicitar esclarecimentos sobre a tramitação do processo para a construção da rodovia BA 262.

Em dezembro de 2016, o Governador do Estado da Bahia, Rui Costa, em Itapetinga, durante um encontro com integrantes do Movimento S.O.S. BA 262, disse que: “o projeto para recuperação da Rodovia BA 262 estaria sendo concluído, provavelmente, até o mês de janeiro de 2017”.

O Movimento SOS BA 262 continua empenhado na luta para a reconstrução da rodovia e por isso, segue monitorando as publicações oficiais do Governo do Estado da Bahia e cobrando informações dos órgãos responsáveis, nesse caso da SEINFRA, que é responsável por executar as políticas públicas relativas as estradas, terminais, aeroportos regionais, transportes, energia e comunicação, bem como, regular e fiscalizar as concessões públicas dos serviços de infraestrutura e transportes.

Em nota, via e-mail, enviada ao Movimento SOS BA 262, nesta quarta-feira (15) a Assessoria de Comunicação da Secretaria de Infraestrutura informou que: “o trecho entre Poções – Nova Canaã – Iguaí, na BA-262, vai passar por serviço de manutenção no próximo mês. Também está na programação a restauração dos 57,60 km de extensão da via. A Secretaria de Infraestrutura está iniciando o processo para licitar a obra ainda no primeiro semestre desse ano”.

O Movimento S.O.S. BA-262

O Movimento S.O.S. BA-262 foi criado com o objetivo de lutar pela construção total desta rodovia, que liga os municípios de Poções a Ponto do Astério, e também compreende as cidades de Nova Canaã, Iguaí, Ibicuí e o Distrito de Itaiá.

Indignados pela atual situação da estrada o movimento propôs ações emergenciais como o Mutirão tapa-buracos nos dias 28 e 29 de novembro, realizado pela sociedade civil.

Além dessa iniciava, o Movimento está organizando e construindo uma audiência pública, com o objetivo de responsabilizar o Governo do Estado da Bahia pelos danos materiais, morais e físicos dos usuários dessa rodovia.

As mobilizações seguirão até que o Governo do Estado tome as devidas providências. Pelo direito de ir e vir.

Por Comunicação | MOVIMENTO S.O.S. BA-262

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *